Sicolvinil Fosca

1. Identificação do produto e da empresa

Nome comercial

Tinta Vinilica Brilhante
Tinta Vinilica Brilhante Fluorescente 
Tinta Vinilica Cromia 
Tinta Vinilica Fosca 
Tinta Vinilica Fosca Fluorescente

 

Empresa: Prollac Cor Industria e Comercio Ltda

Rua Licatem, 365 – Jardim Fazenda Rincão

07.400-000 Arujá-SP

PABX: +55 11 4654-2475

 

2. Composição e informação sobre os ingredientes

Resina de PVC: Poli (cloreto de vinila-co-acetato de vinila). Nº CAS: 9002-86-2

Solventes Orgânicos: xileno, cetona e ésteres. Nº CAS: 1330-20-7

Produtos Pigmentados: Pigmento Orgânico / Pigmento Inorgânico (nº CAS: mistura)

 

3. Identificação de periculosidade

Perigos mais importantes.

Efeitos nocivos à saúde:

Toxidade aguda: Nocivo por inalação, ingestão e em contato com a pele.

Efeitos locais: Irritante para a pele, olhos, mucosas e sistema respiratório superior.

Principais sintomas: A ingestão e inalação dos vapores pode causar dor de cabeça, náuseas, tonteira, sonolência e confusão.

Efeitos sobre o meio ambiente: Nível de risco sistemas aquáticos.

Perigos Físicos e Químicos:

Incêndio e explosão: Líquido inflamável. Pode acumular carga estática por fluxo ou agitação. Os vapores são mais pesados do que o ar e podem propagar-se para longas distâncias até fontes de ignição e inflamar-se.

Perigos específicos: Este produto é classificado como nocivo segundo os critérios da CEE.

 

4. Primeiros socorros

Inalação: Transporte a vítima em lugar arejado. Se a respiração estiver difícil, administre oxigênio por pessoa treinada.

Ingestão: Não provocar vômito. Se a vítima estiver consciente, lavar a boca com água limpa em abundância e fazer beber água. Procurar assistência médica.

Contato com a pele: Retirar imediatamente roupas e sapatos contaminados. Lavar a pele com água em abundância, por pelo menos 20 minutos, preferencialmente sob chuveiro de emergência. Procurar assistência médica.

Contato com os olhos: Lavar os olhos com água em abundância, por pelo menos 20 minutos, mantendo as pálpebras separadas. Usar de preferência um lavador de olhos. Procurar assistência médica.

 

5. Medidas de combate a incêndio

Meios de extinção apropriados: Aspersão d´água, dióxido de carbono (CO2), espuma apropriada, neblina d´água, pó químico seco. 
Meios de extinção desapropriados: Água isoladamente pode ser ineficiente pois não resfria o xileno abaixo de seu ponto de fulgor. Não use jato de água sob pena de alastrar a área de incêndio. 
Perigos Específicos: Líquido inflamável. Perigoso quando exposto ao calor ou chama, seus vapores formam misturas explosivas com o ar. Pode acumular carga estática através de fluxo ou agitação. O vapor pode ser ignido através da carga estática. Sob a ação do calor há risco de explosão dos recipientes devido ao possível o aumento da pressão interna de recipientes ou reservatórios hermeticamente fechados. 
Métodos especiais: Combater o fogo ao favor do vento. Resfriar com neblina d´água , os recipientes que estiverem expostos ao fogo. Remover os recipientes da área de fogo, se isto puder ser feito sem risco. 
Produtos perigosos decomposição: Dióxido e monóxido de carbono.

 

6. Medidas de controle para derramamento ou vazamento

Precauções pessoais 
- Isolar a área. Remoção de fontes de ignição: Eliminar todas as fontes de ignição em contato com o produto proveniente de derramamento ou vazamento apesar do baixo risco de ignição e propagação de chama. Não fumar, não causar faísca, não efetuar transferencia sob pressão de ar ou oxigênio. 
- Controle de poeira: Não se aplica (produto líquido). 
- Prevenção de inalação e do contato com a pele, mucosas e olhos: Usar botas, roupa e luvas impermeáveis, óculos de segurança, herméticos para produtos químicos e proteção respiratória adequada. 
Precauções ao meio ambiente 
Estancar o vazamento se isso puder ser feito sem risco. Não direcionar o material espalhado para quaisquer sistemas de drenagem pública. Evitar a possibilidade de contaminação de águas superficiais ou mananciais. Restringir o vazamento à menor área possível. O arraste com a água deve levar em conta o tratamento posterior da água contaminada. Evitar fazer este arraste. Em caso de derramamento significativo, contê-lo com diques de terra, areia ou similar. 
Métodos para limpeza 
- Recuperação: Recolher o produto em recipiente de emergência, devidamente etiquetado e bem fechado,. Conservar o produto recuperado para posterior eliminação. 
- Neutralização: Absorver com terra ou outro material absorvente. 
- Disposição: Não dispor em lixo comum. Não descartar no sistema de esgoto ou em curso d´água. Confinar, se possível, para posterior recuperação ou descarte. A disposição final desse material deverá ser acompanhada pôr especialista e de acordo com a legislação ambiental vigente. 
Nota 
Contactar o órgão ambiental local, no caso de vazamento ou contaminação de águas superficiais, mananciais ou solos.

 

7. Manuseio e armazenamento

Manuseio 
- Medidas técnicas: Providenciar ventilação local exaustor onde os processos assim o exigirem. Aterrar eletricamente os elementos condutores de sistema em contato com o produto. 
- Prevenção da exposição do trabalhador: Utilizar equipamentos de proteção individual (EPI´s) para evitar o contato direto com o produto. 
- Orientações para manuseio seguro: Manipular respeitando as regras gerais de segurança e higiene industrial, manusear em baixas temperaturas. 
Armazenamento 
- Medidas técnicas: O local de armazenamento deve ter o piso impermeável, isento de materiais combustíveis e com dique de contenção para reter o produto em caso de vazamento. 
- Condições de armazenamento: Armazenar em tanques corretamente projetados e aprovados, ou recipientes metálicos, tais como tambores e latas bem fechadas. Em local bem ventilado, à temperatura ambiente, sob pressão atmosférica, distante do calor , de oxidantes fortes e fontes de ignição. 
- Materiais incompatíveis: água, ácido nítrico, agentes oxidantes fortes e diclorodrantoína.

 

8. Controle de exposição e proteção individual

Medidas de controle de engenharia: Manipular o produto com ventilação local exaustora ou ventilação geral diluidora (com renovação de ar), de forma de manter a concentração dos vapores inferiores ao limite de tolerância. 
Parâmetros de controle: 
Limite de exposição permitido: 
- Vapor limite (Brasil, Portaria MTb 3214/78, NR 15 -Anexo 11): Limite de tolerância – média ponderada (48h/semana)= 340 mg/m3 (78ppm). 
- Valor limite (EUA, ACGIH): TLV/TWA (40h/semana)= 434 mg/m3 (100 ppm). 
Equipamentos de Proteção Individual: 
- Proteção respiratória: usar respirador com filtro químico para vapores orgânicos.. 
- Proteção das mãos: Luvas de Látex em atividades de contato direto com o produto. 
- Proteção dos olhos: Nas operações onde possam ocorrer projeções ou respingos, recomenda-se o uso de óculos de segurança ou protetor facial. 
- Proteção da pele do corpo: Em atividades de contato direto com o líquido usar aventais de PVC. 
Precauções especiais: Manter chuveiros de emergência e lavador de olhos disponíveis nos locais onde haja manipulação do produto. 
Medidas de higiene: Higienizar roupas e sapatos após uso. Métodos gerais de controle utilizados em higiene Industrial devem minimizar a exposição ao produto. Não comer, beber ou fumar ao manusear produtos químicos. Separar as roupas de trabalho das roupas comuns.

 

9. Propriedades físico-químicas

Aspecto 
- Estado Físico: Líquido 
- Cor: depende da pigmentação ou incolor 
- Odor: doce e característico. 
Temperaturas específicas 
- alta inflamabilidade: 464ºC 
- Ponto de Ebulição: 140ºC 
- Ponto de fulgor: 17 - 25ºC 
Solubilidade 
- Na água: Insolúvel 
- Em solventes orgânicos: solúvel 
Viscosidade: Consta na ficha de controle de qualidade.

 

10. Estabilidade e reatividade

Condições específicas 
- Estabilidade: Estável à temperatura ambiente e sob condições normais de uso. 
- Materiais/substância incompatíveis: Oxidantes fortes. 
- Produtos perigosos de decomposição: Por combustão libera gases irritantes e tóxicos, aldeídos, dióxido de carbono, hidrocarbonetos, monóxido de carbono.

 

11. Informações toxicológicas

Toxidade aguda 
- Sintomas: Pode causar dor de cabeça, náuseas, tonturas e confusão mental.
Efeitos locais 
- Inalação: quando inalados os vapores causam irritação no trato respiratório, tosse, dor de cabeça e dispnéia. Em altas concentrações pode provocar distúrbios, edemas pulmonares e narcoses.
- Ingestão: tóxico por ingestão causando irritação gastrintestinal, acidose, tosse, dor de cabeça, danos ao fígado e rins. 
- Pele: irritação moderada a queimaduras, podendo ocorrer absorção através da pele. 
- Olhos: irritação e eventual lesão da córnea.

 

12. Informações ecológicas

Mobilidade: Potencial para mobilidade no solo é muito alto. 
Volatilidade: Produto volátil. 
Compartimento alvo do produto: Água, solo e ar. 
Degradabilidade: 
Degradação abiótica: O produto é fotodegradável. 
Biodegradabilidade: Produto biodegradável. 
Bioacumulação: 
Fator de bioconcentração: BCF= 20. Baixo potencial para bioconcentração. 
Coeficiente de separação octanol/água: 3,33

 

13. Considerações sobre tratamento e disposição

- Produto: O descarte de perdas deve ser realizada em aterros licenciados ou pôr incineração de acordo com regulamentações federais, estaduais e locais. 
- Destruição / eliminação: Incinerar ou aterrar em instalação autorizada. 
- Embalagem usadas: Não reutilizar as embalagens. Esvazia-las completamente antes da eliminação.

 

14. Informações sobre transporte

Regulamentações nacionais 
Vias terrestres (MT, Portaria 204/1997): 
- número da ONU: 1307 
- Classe de risco: 3 
- Provisões especiais: 102 
- Quantidade isenta: 333 
Regulamentações internacionais 
Férrea / Rodoviária (RID/ADR): 
- Número da ONU:1307 
- Classe de risco: 3 
Precauções especiais no transporte: dar devida proteção à carga para evitar umidade e vazamento do produto.

 

15. Regulamentações

Etiquetagem 
Classificação conforme NFPA: 
- Incêndio: 3 
- Saúde: 2 
- Reatividade: 0 
- Outros: nada consta 
Regulamentação conforme CEE: Rotulagem obrigatória (auto classificação) para preparações perigosas: aplicável (CEE 215-535-7). 
Frases de risco: R11 substancia inflamável, R20/21/22 Nocivo quando inalado e em contato com a pele. 
Frases de segurança: S02 Manter longe do alcance de crianças.

 

16. Outras informações

As Informações e recomendações constantes desta publicação foram pesquisadas e compiladas de fontes idôneas e capacitadas para emiti-las, sendo os limites de sua aplicação os mesmos das respectivas fontes. Os dados dessa ficha de informações referem-se a um produto específico e podem não ser válidos onde este produto estiver sendo usado em combinação com outros.